DISNEY | LISTA DOS CONTOS EM LIVE-ACTION SÓ CRESCE, PARA ALEGRIA DE TODOS


Foi anunciado nesta segunda-feira (20) que mais um desenho animado da Disney vai ganhar sua versão em live-action, A Espada Era a Lei (1963). O roteiro vai ficar por conta de Bryan Cogman, produtor e roteirista de Game of Thrones (omg!!), e a produção de Brigham Taylor, da franquia Piratas do Caribe (omg!! parte 2).

“A Espada era a Lei” (1963)

Parece então que a Disney resolveu mesmo investir nessa ideia durante os próximos anos. Além do live-action de Arthur e do mago Merlin, que promete ser uma produção fantástica, o estúdio também já anunciou as produções de A Bela e a Fera, O Livro da Selva (aquele do Mogli), Dumbo, Mulan, Pinóquio, A Pequena Sereia, um spin-off do Gênio de Aladdin, e pasmem, até um filme solo do príncipe de Cinderela.

(Aproveitando esse momento para abrir um parêntese. Embora tenha adorado Emma Watson como Bela, vocês já repararam como Anne Hathaway é parecida com a personagem e combinaria muito no papel? Enfim, apenas um comentário…)

Anne Hathaway como Bela, por que não?

Com o sucesso dos filmes já lançados, quem não pensaria em continuar, né? Alice no País das Maravilhas (que já tem a continuação confirmada) arrecadou mais de R$ 1 bilhão pelo mundo todo. Já Malévola (o 2 também já foi anunciado) e Cinderela forneceram lucros de mais de R$ 700 milhões e R$ 500 milhões, respectivamente.

Inicialmente o estúdio tentou apresentar enredos diferentes dos originais. Em Alice, as histórias dos livros Alice no País das Maravilhas e Alice Através do Espelho, de Lewis Carroll, são unidas e adaptadas, apresentando uma personagem já adulta com o destino de enfrentar um dragão e salvar o reino mágico.

A Disney pegou pesado no marketing e divulgação do filme desde meses antes da estreia, deixando todos ávidos pelo filme. Pena que o que vimos nas telonas frustrou qualquer mísera e boa expectativa, apesar dos belíssimos trabalhos de fotografia e figurino.

Alice no País das Maravilhas (2010)

Malévola, por sua vez, prometia contar a mesma história do ponto de vista da bruxa, mas o que se viu foi na verdade uma narrativa diferente, em que a vilã se torna uma anti-heroína. Particularmente não gostei do filme. Angelina Jolie passou a mesma emoção que uma pedra, e a “surpresa”, além de muito previsível, nada mais era do que uma déjà vu de Frozen.

Malévola (2014)

Então eis que surgem os primeiros trailers da versão em carne e osso de Cinderela, revelando o início, meio e fim do longa-metragem, como muitos criticaram. Mas afinal, qual o problema? Dado o fato de que a Disney já havia anunciado que seria muito fiel ao conto (ao conto deles, e não ao original), todos já sabiam o desfecho, né?

E mesmo assim eles conseguiram fazer um filme encantador, capaz de trazer à tona a criança que ainda existe no interior de qualquer adulto, e cativar os mais novos – os quais cercados por Peppa e Minions, nem sei mais se conhecem ou se interessam pela magia dos clássicos Disney (eu sou fã, e antes que qualquer hater apareça por aqui, sei reconhecer os defeitos e os estereótipos que esses desenhos produzem, ok? Mas nem por isso deixarei de gostar!).

A companhia acertou em cheio com Cinderela, criando e recriando as cenas mais belas, trabalhando em um roteiro simples, acertando na escolha dos atores, e elaborando um filme fiel à história que todos nós conhecemos. Vejam bem, não estou dizendo que sou contra a adaptações e mudanças nos contos, mas desde que sejam bem feitas, fascinantes.

Cinderela (2015)

A ideia de trazer todos esses clássicos de volta, mas em versões com atores reais, agrada qualquer fã. Permite reviver essas histórias com a poderosa tecnologia disponível dos dias atuais. Ver as paisagens do País das Maravilhas em 3D, o luxuoso salão do castelo de Cinderela como se fosse palpável…

O que eu espero é poder me emocionar com todos os próximos longas da mesma maneira que foi com Cinderela. A Espada era a Lei tem tudo para ser uma ótima adaptação! Até consigo imaginar a cena em que Arthur retira a espada da pedra…! As mágicas de Merlin…!

Que esses anúncios não parem por aí!

Previous FREEHELD | DRAMA COM JULIANNE MOORE E ELLEN PAGE GANHA SEU PRIMEIRO TRAILER
Next MAZE RUNNER: PROVA DE FOGO GANHA SEU PRIMEIRO TRAILER COMPLETO