LISTA | 5 documentários da Netflix que vão expandir sua visão de mundo

LISTA | 5 documentários da Netflix que vão expandir sua visão de mundo;

Blackfish

LISTA | 5 documentários da Netflix que vão expandir sua visão de mundo

O serviço de streaming Netflix se tornou o queridinho dos cinéfilos e viciados em séries de tv, como todos sabem. Mas nela também estão guardados verdadeiros tesouros em forma de documentários, que envolvem vários assuntos, desde a vida de cantores famosos até o dia-a-dia de empregadas domésticas. Aqui vai uma lista com 5 documentários imperdíveis na Netflix, capazes de expandir a sua visão de mundo de tal forma que você poderá se tornar outra pessoa após assisti-los.

5 –  Blackfish (2014)

Blackfish

Blackfish é um documentário que trata da manutenção de baleias “assassinas” em cativeiro, e o quanto essa prática é abusiva com esses animais, fazendo-os se tornarem realmente agressivos e perigosos. São relatos de treinadores, público, representantes do SeaWorld e vários especialistas, que sustentam de forma muito coerente seus pontos de vista. O filme é muito impactante, e fará com que você reveja seus conceitos sobre muitas coisas, abrindo os olhos para uma realidade que muitas vezes nos fechamos e aprendemos a ver com normalidade.

4 – Zeitgeist (2007)

b51b902e46b48c479107dad11fd9a446-zeitgeist-the-movie-509659a8dede3-1

Este documentário certamente divide opiniões, principalmente pelo fato de expor questões religiosas e dogmáticas. Zeitgeist desfaz facilmente muitas certezas sobre questões religiosas, o ataque de 11/09, o sistema financeiro e outras questões que esses tópicos envolvem. É um daqueles filmes conspiratórios. Para quem gosta do gênero, considero uma ótima pedida. Zeitgeist é para dar uma “viajada” assistindo, pois ele exige um pouco de imaginação e, claro, que tenhamos senso crítico para extrair os prós e contras das ideias que ele desenvolve. Se você não gosta de ter suas certezas desafiadas, ele pode te incomodar muito.

3 – The True Cost (2015)

the-true-cost

Esse documentário é bastante novo na Netflix, sendo lançado no fim do ano passado. Um dos últimos filmes que vi e que me deixaram realmente estarrecida. Ele aborda a questão da exploração e escravidão que existe por trás da indústria da moda, principalmente fast fashion. É claro que eu já tinha ouvido falar, lido textos e estava um pouco familiarizada com essa situação, mas ouvindo as histórias sendo documentadas e os relatos de crianças trabalhando em tempo integral,  eu senti que precisava desse documentário para perceber que o mundo é muito maior do que está de baixo do meu nariz. Existem realidades que não fomos apresentados.

2 – Doméstica (2013)

558834_567355899961736_478371260_n

Documentário nacional que segue uma linha bastante inovadora.  Gabriel Mascaro entrega uma câmera para 5 famílias monitorarem o trabalho de suas empregadas domésticas no serviço, além dele mesmo filmar-se durante o serviço, contando histórias, anseios e medos. É muito interessante e verdadeiro, além de propor discussões muito validas. O fato das empregadas manusearem a câmera e gravarem a si mesmas estabelece uma relação muito orgânica com o espectador.  Com um pouco de sensibilidade, é possível sentir a tristeza implícita em cada situação documentada.

1 –  Ônibus 174 (2002)

ultima-parada-174-bus-01g

Tem como não se sentir uma pessoinha egoísta que vive numa bolha de privilégios depois de assistir este documentário? Ônibus 174 também se passa no Brasil. É a história de um dos assaltos mais famosos da história do país, no Rio de Janeiro, onde um homem sequestrou o ônibus 174. O filme vai além do que foi televisionado, mostrando o passado de Sandro (o autor do assalto), aprofundando-se em todas as camadas de sua vida para tentarmos entender um pouco a problemática da violência no Brasil. Documentário muito forte, triste e desanimador em muitos níveis, para se dizer o mínimo.  Ônibus 174 foi dirigido por José Padilha (Tropa de Elite e Narcos) com maestria. Esteja preparado para levar muitos tapas na cara.

5 Motivos porque gostamos da Jennifer Lawrence

5 Motivos para torcer por  Jennifer Lawrence no Oscar

 

Jennifer Lawrence 20th Annual Screen Actors

Jennifer Lawrence 20th Annual Screen Actors

 

 

Não é novidade que  Jennifer Lawrence é a queridinha de Hollywood no momento, e vem colecionando prêmios,  alem do Oscar por Melhor do ano passado ,nesta temporada de premiações ela já faturou um Globo de ouro , um Screen Actors Guild Awards , e mais recente mente um BAFTA , todos por sua atuação no filme Trapaça.

E como ela também foi indicada a Oscar de melhor atriz coadjuvante ,resolvemos te dar 5 motivos pra torcer por ela:

 

1. Jennifer nasceu e cresceu na cidade de Louisville, Kentucky, E.U.A,  Logo aos 14 anos de idade, Lawrence decidiu que queria investir em sua carreira de atriz.

Jennifer nasceu e cresceu na cidade de Louisville Kentucky

Jennifer nasceu e cresceu na cidade de  Louisville  Kentucky

 

2. Para conseguir seguir a carreira que sonhava , Jennifer ,convenceu seus pais que era necessário ir a Nova York , la ela teria maiores chances de encontrar um agente de talentos.

 

Convenceu seus pais que era necessário ir a Nova York

Convenceu seus pais que era necessário ir a Nova York

 

3. Em março de 2011, a proposta para participar do filme “Jogos Vorazes” (The Hunger Games) assustou a atriz.  Lawrence demorou 3 dias para aceitar definitivamente o papel, aparentemente tinha medo do tamanho da produção e de como ela iria afetar a sua carreira.

 

A proposta para participar de“Jogos Vorazes” assustou a atriz

A proposta para participar de“Jogos Vorazes” assustou a atriz

4.  Em entrevista Jennifer , afirmou: “Eu sempre estudei as pessoas e fui fascinada por suas reações e sentimentos. Eu acho que esta é a melhor aula de atuação que alguém pode ter – assistir pessoas reais, escutá-las e estudá-las”.

"Eu sempre estudei as pessoas e fui fascinada por suas reações e sentimentos"

“Eu sempre estudei as pessoas e fui fascinada por suas reações e sentimentos”

 

5.   Com 7 trabalhos. Aos 23 anos, Lawrence chega a 141 nominações em prêmios, levando para casa 67 destes. ( Quando era criança Jennifer tinha o apelido de “Nitro” , por ser uma garota hiperativa).

jlaw24n-6-copy

Quando era criança Jennifer tinha o apelido de “Nitro” , por ser uma garota hiperativa.

 

Gostou? Comente , Curta e Compartilhe

Siga-nos no Pinterest